Silêncio, horizonte e destino...

domingo, 7 de março de 2010

Não sei dizer para onde o vento sopra
Não sei onde você está
Mas queria estar aí contigo
Talvez a noite seja mais sombria sem você
Não quero ser só um amigo
Por onde você andou?


Queria sentir o seu cheiro
Segurar sua mão macia olhando o horizonte
Me perco olhando o além
Sozinho
Mas não vejo ninguém


Algumas vezes fico pensando
"Está tudo bem?"
Passar os dias perdido
Mas esperando por quem?


Um dia irei lhe buscar
Andarei por todas as estradas
Andarei em passos incertos até você
Para no fim poder lhe ver
Cair em seus braços ao lhe beijar
Perder os sentidos e sorrir


E o som do silêncio não mente
É você quem falta
É seu beijo que quero
O desejo corta
A saudade rasga
Agora nada mais me resta


A dor é o que me desperta
Não sei se é bom dormir
Sonhar com você e acordar só
Ou ficar acordado
Esperando embreagado

0 comentários:

Postar um comentário