Inútil

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Cada vez o ódio de mim mesmo aumenta.
Fico me lamentando pelos cantos enquanto gente sofre mais.
Em momentos como esse não posso negar a impotência do meu ser.
Minha falha.
Eu fiz tudo errado e ainda tive uma segunda chance.
Não desperdiçarei.
Lhe prometo.
Me sinto tão inútil.
Fico num pensamento futil.
Desesperado como se a morte participasse disso.
Enquanto quem sofre a dor real se importa com os outros.
Eu sou estúpido.
Menina, me desculpe pelo que fiz.
Agora quero te provar que mudei.
Trocaria de lugar com você.
Farei o que der para te ver melhor.

0 comentários:

Postar um comentário