Esperança

domingo, 3 de janeiro de 2010

Espero pelo dia que não tenha mais que esconder a verdade, esconder meus desejos e aspirações.
Não é certo esconder o amor por você.
Tentativas sem sucesso de lhe dizer, seguidas de desistencias, derrotas e suplícios.
O que eu preciso fazer para que me ame? O que preciso para saber se sente o mesmo por mim?
Espero pelo dia em que ficaremos juntos, em que poderei segurar suas mãos e sentir sua pele macia.
Esperar não é sinônimo de conseguir algo, da chegada das boas notícias. Mas ainda assim eu espero, tento interferir aos poucos, mas espero.
Que não seja uma esperança inútil, ou um desperdício de tempo, pois não vejo isso como desperdício de amor e sim de bons momentos que poderiamos ter.
Assim, espero que fiquemos juntos um dia, nem que seja por um milésimo de segundo.
Que ao menos passe a idéia pela sua cabeça e seja positivo, para valer cada segundo ou lágrima gastos nessas palavras.

0 comentários:

Postar um comentário