Tantos dias tortos

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Percebo agora que abandonei minhas lembranças por um amor.
Agora percebi que o amor era unilateral e fui recolher as lembranças.
Lembrei de cada amigo perdido, cada esperança despedaçada, cada dia sombrio e cada porre tomado.
Lembrei de como me divertia, como não sentia, continuar pra sempre assim era tudo que eu queria.
Nada que é bom dura.
Foram os 3 meses mais felizes.
Foram 3 meses inesquecíveis.
A incerteza gerava a nossa vontade.
Quero tudo de novo.
Quero rever meu povo.

0 comentários:

Postar um comentário